Já ouviu falar em marketing do bem? Então, esta é proposta do Calhau Social  criado por Marcia Klepacz e Sheila Piestun. Elas constataram que havia muitas ONGs no Brasil fazendo trabalhos importantes, porém sem a devida visibilidade. Ou que, com boa divulgação, poderiam atrair doadores e patrocinadores para fazer mais.

E o que elas pensaram? Em criar uma plataforma que possibilitasse divulgar essas causas para os mais de 100 milhões de brasileiros com acesso à internet, o que só foi possível com a ajuda do atual CTO Thiago Silvestre. E funciona assim: as ONGs interessadas cadastram suas campanhas. Pessoas e empresas interessadas com sites e blogs escolhem as causas que querem apoiar e publicam gratuitamente banners dessa campanha. Além disso qualquer pessoa pode escolher uma campanha e “doar” uma postagem no Facebook.

Isso é marketing do bem. Isso é estimular a cidadania e a cultura da doação. E os resultados demonstram como boas ações funcionam. Em menos de um ano já são 130 ONGs cadastradas e 47 milhões de banners na internet. Um deles é o que está à direita desta postagem.

Essa introdução foi para apresentar o primeiro post convidado (guest post, como preferem alguns) do Conteúdo para ONGs. O artigo foi escrito por Luisa Monteiro originalmente para o blog do Calhau Social

Nos últimos anos, a prática do voluntariado tem ganhado cada vez mais adeptos. Seja pelo bem-estar que proporciona, seja pelos efeitos visíveis que causa, a atividade tem sido cada vez mais procurada por profissionais de diversos setores e valorizada pelas empresas na hora de uma seleção.

Apesar do dia-a-dia corrido desse profissional, aqui nós separamos três motivos que fazem o voluntariado ainda mais importante para o profissional de comunicação e marketing. Confira!

• Pode melhorar suas skills: escolher o serviço voluntário correto para você é tão importante quanto fazer o voluntariado. Se você está fora do mercado, deseja mudar de área ou, simplesmente, aperfeiçoar alguma habilidade, o trabalho voluntário é uma ótima forma de atingir seu objetivo. Muitas instituições não costumam ter uma equipe de social media, por exemplo — oferecer sua ajuda nesse caso faz com que você tenha ainda mais experiência nessa área, mas em um segmento diferente, o Terceiro Setor.

• Desafia como nenhum outro trabalho: as organizações que oferecem espaço para o voluntariado ou que dependem dele costumam ser muito carentes, mas não só de recursos financeiros. Serviços caros, como um Plano de Comunicação ou de Marketing podem ser raros e, se por um lado isso é perigoso para uma marca, por outro é uma grande oportunidade para aqueles que desejam ver seu trabalho crescendo e aparecendo. A necessidade de doadores, as constantes mudanças no cenário econômico do país e a sazonalidade são algumas das “reviravoltas” às quais o setor é mais sensível — e desafiam a perspicácia do profissional de comunicação ou marketing.

• Amplia seu networking: assim como você, é bem provável que outras pessoas com a mesma ocupação que a sua se envolvam em projetos voluntários (e as chances aumentam de acordo com a especificidade do trabalho escolhido). Também se precisa considerar que, em um voluntariado, várias pessoas de níveis hierárquicos diferentes se encontram para cumprir um objetivo em comum: ajudar o próximo. Assim, se você considera mudar de emprego ou quer cultivar novos contatos, o voluntariado pode ser uma ótima opção!

O voluntariado é uma prática bonita e traz vários benefícios ao voluntário e ao ajudados. Mas, para isso, é necessário, primeiro, que o voluntário escolha uma causa e uma tarefa que tenham a ver com a sua personalidade e seus conhecimentos. Se matemática financeira não é sua paixão, por exemplo, escolher ajudar na contabilidade de uma ONG talvez não traga tanta satisfação quanto recriar uma identidade visual ou organizar um evento.

Outro aspecto que você deve considerar é quanto de tempo pode dedicar. Se a instituição que você escolheu fica muito longe dos lugares da sua rotina ou se você sempre fica mais tempo no trabalho, uma boa opção é o voluntariado online. Com ele, você pode fazer atividades remotas no tempo que tiver, mas continua ajudando muita gente!

Por isso, não deixe de fazer atividades de voluntariado! Elas estimulam a criatividade, fazem diferença na sociedade e dão ao voluntário muito mais do que ele doa.

Gostou? Que tal começar doando um post? Clique em calhausocial.org/doar-post, escolha uma causa e dedique um post da sua conta no Facebook a ela. Esse será só o início de uma história em que você ajuda a fazer do mundo um lugar melhor!

Pin It on Pinterest

Share This